Olimpíadas serão sustentáveis e promoverão igualdade, diz Bach

Facebook
VKontakte
share_fav

Punta del Este – O presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, destacou nesta terça-feira que a entidade promoverá a igualdade de gênero com uma maior participação feminina nos Jogos Olímpicos.

Bach disse esperar uma participação “50-50” em relação ao gênero dos competidores para os Jogos Olímpicos da Juventude de Buenos Aires, em 2018, assim como uma participação de atletas mulheres em Tóquio superior à do Rio de Janeiro.

O dirigente informou que o COI analisa projetos e propostas para ampliar a participação das mulheres em cargos de liderança.

“O que ocorre nos comitês e nas comissões é que podemos dar um passo adiante porque somos nós que decidimos, e já temos uma participação de 38%, o que em termos percentuais em relação a outras organizações internacionais é muito bom”, destacou.

Quanto à escolha das cidades-sedes dos Jogos Olímpicos de 2024, Bach apontou que as propostas das principais candidatas, Paris e Los Angeles, corresponderam “muito bem” aos princípios de sustentabilidade e aproveitamento de recursos que o COI pretende implementar com sua Agenda 2020.

“Serão jogos mais factíveis e vemos isso no orçamento para infraestrutura que (as cidades) estão apresentando, que são os mais baixos que tivemos recentemente. As duas candidatas apresentaram projetos sustentáveis que mostram que fazem um uso inteligente dos recursos que já existem nessas cidades”, afirmou Bach.

As declarações de Bach foram feitas em entrevista coletiva na inauguração da assembleia que decidirá o novo presidente da Organização Desportiva Pan-Americana (Odepa), no Centro de Convenções de Punta del Este.


Arquivado em:ESTILO DE VIDA
ver EXAME
#equidade de gênero
#olimpíadas
#sustentabilidade
#igualdade de gênero