11 bandas que acabaram e partiram o nosso coração

Facebook
VKontakte
share_fav

Durante a nossa infância e adolescência sempre acabamos nos tornando fãs de alguma dupla ou banda, né? E bate uma tristeza quando eles se separam ou decidem dar uma pausa na carreira.

Pensando nisso, resolvemos criar esta lista com separações que não conseguimos superar até hoje. E olha que algumas delas aconteceram há bastante tempo, viu?

Sandy & Junior

Uma das duplas mais queridas do Brasil resolveu se separar em 2007. Após um anúncio feito por vídeo, Sandy e Junior Lima contaram que, depois de 17 anos juntos, eles dariam fim a essa parceria. O último álbum deles foi lançado no mesmo ano e foi uma bela despedida.Mas ainda dá um aperto no coração só de lembrar dessa separação, né?

Rouge

Aline Wirley, Fantine Tho, Karin Hils, Lissah Martins e Luciana Andrade bombavam nas rádios em 2002 com a canção “Ragatanga”. A girlband nasceu no “Popstar”, programa exibido no SBT no mesmo formato do “Ídolos”, e lá puderam mostrar para o Brasil todo o talento delas.

Em 2004, Luciana resolveu dar adeus ao grupo por motivos pessoais e no fim de 2005 as outras quatro integrantes anunciaram que a banda ia acabar. E não tem nada a ver com a saída da Luciana, viu? A Sony Music, gravadora das meninas na época, não quis renovar o contrato com a banda e, por isso, não tinha como elas seguirem juntas.

Mas elas se reencontraram em 2016 e compartilharam esse vídeo lindo com os fãs

Br’Oz

A boyband foi formada, em 2003, no “Popstar”, mesmo programa no qual as meninas do Rouge foram descobertas.

Filipe Duarte, André Marinho, Matheus Herriez, Jhean Marcell e Oscar Tintel venceram a competição e, juntos, fizeram sucesso com hits como “Prometida” e “Tudo o Que Você Quiser”. Apesar de ter surgido um ano após o Rouge a carreira deles foi bem curta, já que no fim de 2005 eles também anunciaram que a banda iria se separar.

Como esquecer esse hit, né, mores?

Spice Girls

Uma das maiores girlbands de todos os tempos, as Spice Girls já não estão mais juntas desde 2001. Sim, elas se reuniram para as Olímpiadas de Londres, mas foi uma ocasião bem especial, amiga.

Formada em Londres, em 1994, a banda inicialmente deveria se chamar“Touch”, mas, em 1996, resolveram que “Spice Girls” era um nome bem melhor. No mesmo ano, elas lançaram o primeiro single “Wannabe” e, então, se tornaram conhecidas mundialmente.

Ao longo da carreira, elas lançaram quatro álbuns: Spice (1996), Spiceworld (1997), Forever (2000) e um Greatest Hits (2007).

O grupo nunca anunciou na imprensa um fim definitivo, mas desde 2001 as integrantes trabalham em projetos solo.

Destiny’s Child

Todo mundo conhece as Destiny’s Child na formação com Beyoncé, Kelly Rowland e Michelle Willians, né? Mas a história do grupo vai muito além disso.

Lá em 1990, há exatos 27 anos, o grupo se chamava Girl’s Tyme e era composto por cinco garotas: : Beyoncé, Kelly Rowland, Támar Davis, Nikki e Nina Taylor. E passou por muitos problemas até alcançar o sucesso, viu?

O primeiro grande hit das meninas veio só em 1998 com o lançamento do primeiro álbum e com a canção “No, No, No”. Entre idas e vindas, carreira solo e demais projetos, o grupo anunciou o seu fim em 2006. E nos deixaram aqui com saudades!

‘NSync

Os meninos do ‘NSync ganharam um lugar em nossos corações, em 1995, quando se reuniram e começaram a trabalhar juntos em suas primeiras canções.

O primeiro CD do grupo, chamado apenas *NSync, veio somente em 1997 e já trouxe um belo reconhecimento para Justin Timberlake, JC Chasez, Lance Bass, Joey Fatone e Chris Kirkpatrick, ficando na parada dos discos mais vendidos da época.

Apesar de todo o sucesso, em 2002, após a turnê do álbum Celebrity eles decidiram dar um tempo nas produções da banda. Rolam alguns boatos de que em setembro do mesmo ano eles gravariam outro CD, mas preferiram respeitar o trabalho solo de Justin.

Em 2012, eles se reuniram no VMA e deixaram os nossos corações mais quentinhos

Twister

O Twister surgiu em nossas vidas no ano 2000 como uma banda de pop rock. O grupo era composto, inicialmente, por Sander Mecca, Leo Ritcher, Luciano Lucca, Gilson Campos e Alex Bandera e estouraram nas rádios com a canção “40 graus”.

Eles continuaram juntos até 2003 e até tentaram marcar um reencontro em 2013, 10 anos depois, mas devido a agenda dos integrantes o show de despedida acabou não acontecendo.

RBD

A banda nasceu dentro da novela Rebelde e ~simplesmente~ se tornou um sucesso mundial. Anahí, Dulce Maria, Maite Perroni, Alfonso Herrera, Christian Chávez e Christopher Uckermann dividiam o tempo entre gravar os episódios da novela, um seriado sobre a vida deles, e alegrar multidões de fãs.

O fim da banda foi anunciado em agosto de 2008, após o encerramento de vários projetos do grupo. E o show de despedida aqui do Brasil nos deixa arrepiadas até hoje!

Mamonas Assassinas

Dinho, Bento Hinoto, Júlio Rasec, Samuel Reoli e Sérgio Reoli se reuniram e, em 1990, lançaram a banda Utopia. Entre altos e baixos, decidiram mudar o nome para Mamonas Assassinas e, em 1995, lançaram o primeiro e único álbum do grupo.

Conhecidos por suas letras sempre muito divertidas e com influências de rock, pop, sertanejo e outros ritmos eles nos deixaram em 1996, após sofrerem um acidente aéreo em São Paulo.

Menudo

Se você era uma criança ou adolescente nos anos 1980 ou no comecinho dos anos 1990, com certeza, se lembra muito bem da banda – e das coreografias – do Menudo.

A grupo teve a formação alterada diversas vezes, mas aqui no Brasil ela ficou bastante famosa na fase: Robby Rosa, Charlie Massó, Roy Rosselo, Ray Reyes e Ricky Meléndez, que foi substituído por Ricky Martin após alguns meses na banda.

Apesar de todo o sucesso, o fim dos meninos estava mais próximo do que imaginávamos. Em 1993 o Menudo passou por uma outra reforma em sua formação e, desta vez, não resistiu as mudanças.

Ainda bem que eles vieram para cá antes disso, né?

Dominó

O grupo Dominó também fez sucesso aqui no Brasil em meados dos anos 1980 e 1990. Inclusive com Rodrigo Faro como integrante, viu?

A boyband foi criada pela produtora do apresentador Gugu Liberato e, entre idas e vindas, durou até 2008. Mas o ponto alto do grupo foi, em 1987, quando eles já tinham um EP e dois discos lançados, já haviam ganhado um programa especial de TV e estavam prestes a lançar um álbum em espanhol.

Tudo ia muito bem até Nill, um dos integrantes, deixar a banda. Eles continuaram com os trabalhos durante mais alguns anos, mas o grupo já não atingia um grande público.

Mas vocês estarão sempre em nosso corações, viu?

ver M de Mulher
#beyoncé knowles
#sandy
#spice girls
#justin timberlake
#junior lima
#kelly rowland
#michelle williams
#dominó
#sandy e júnior
#rbd
#menudos