VICE 360º Por dentro da Jamaica Brasileira

Facebook
VKontakte
share_fav

Fotos: Felipe Larozza/VICE

Neste episódio de VICE 360º, fomos até a ilha de São Luís, no Maranhão, para mergulhar no universo das radiolas de reggae da cidade. Nossa equipe fez um rolê com os principais sound systems da região e teve acesso a personagens-chave daquele cenário, como o Ferreirinha, fundador da radiola Estrela do Som, na ativa desde 1980, Serralheiro, DJ da velha guarda, e Garotinho Beleza, um dos dançarinos locais mais icônicos.

Agarradinho. Foto: Felipe Larozza/ VICE

Descobrimos uma comunidade realmente fascinante, não só pela paixão com a qual as pessoas se relacionam com a cultura do reggae, mas sobretudo pelo modo como o Brasil absorveu o som da Jamaica para criar algo que é a sua cara, e não um simples decalque do que veio de fora. Só em São Luís você vai sentir a delícia que é dançar o reggae roots agarradinho, uma marca registrada das pistas, ou mesmo outros estilos, como o reggae robozinho e o reggae eletrizado.

A princípio, não foi tão fácil estabelecer uma intimidade daqui de São Paulo com a galera atuante na cena de lá. Mas, depois de algumas cartadas, a reportagem da VICE chegou no pico e conseguiu um encontro com o DJ e radialista Netinho Jamaica, o grande facilitador pra fazer a pauta começar a andar. Dali pra frente, muita coisa se desenrolou ocasionalmente. Um contato levava a outro ou a uma nova história.

Equipe da radiola Estrela do Som. Foto: Felipe Larozza/ VICE

O trampo foi correria, ainda mais por conta da equipe mobilizada, que incluiu diretor, câmera, operador de áudio, produtor e fotógrafo. "A gente ficou semihospedado", relembra Felipe Larozza, nosso editor de foto que meteu as caras como repórter nessa empreitada. "Porque durante as madrugadas íamos nas festas pra gravar, e, de dia, estávamos com as equipes de som."

Um lance inusitado, me contou o estimado colega de redação, é que, na porta do bar onde foi gravada a festa da Radiola Freedom FM, havia uma mensagem pixada na parede por uma facção criminosa do estado, o Bonde dos 40, ou, B40. A mensagem dizia: "Aviso: Proibido roubar na comunidade. Sujeito a pena de morte."

Se liga na pedrada:

Leia mais sobre a cena reggae de São Luís, a Jamaica Brasileira:

ver Vice Brasil
#maranhão
#videos
#reggae
#sound system
#são luís
#baile
#jamaica
#vice 360
#vice brasil 360
#jamaica brasileira
#radiolas