Ceni se irrita com bola aérea e exalta “partidaço” de Lyanco

Facebook
VKontakte
share_fav
Ceni lamentou mais um gol sofrido em jogada aérea (Foto: Rubens Chiri/SPFC)
Ceni lamentou mais um gol sofrido em jogada aérea (Foto: Rubens Chiri/SPFC)

Ceni lamentou mais um gol sofrido em jogada aérea (Foto: Rubens Chiri/SPFC)

O técnico Rogério Ceni ficou bravo com o gol de bola parada que o São Paulo sofreu no empate por 1 a 1 com o ABC, nesta quarta-feira, em Natal, pelo jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil. O volante Márcio Passos foi o autor do gol de cabeça, que surgiu após cobrança de escanteio pela esquerda. O meia Christian Cueva, de bico, deixou tudo igual aos 37 minutos do primeiro tempo.

Foi a quinta vez que o Tricolor levou um gol de bola parada na temporada, sendo o sétimo de cabeça. Inclusive, o lance desta noite lembrou muito ao da semana passada, na vitória são-paulina por 3 a 1, no Morumbi, onde o mesmo Márcio Passos venceu no alto para testar firme para o fundo da rede.

“Eu vou parar de treinar bola aérea. Quanto mais você treina, mais as coisas acontecem. Então decidimos que para o jogo contra o Ituano não vamos treinar isso”, desabafou treinador, antes de tecer elogios à atuação do zagueiro Lyanco, que entrou aos 11 minutos da primeira etapa para substituir o lesionado Rodrigo Caio. Foi a primeira partida do defensor pelo Tricolor no ano, já que esteve a serviço da Seleção Brasileira sub-20 na disputa do Sul-Americano da categoria, no Equador.

“O Lyanco entrou muito bem no jogo. O Lugano também foi bem. Os dois foram seguros na defesa, mas o Lyanco fez um partidaço”, analisou, planejando inscrever o zagueiro de 20 anos para o mata-mata do Campeonato Paulista. No último dia 3, Ceni completou a lista de 28 nomes com o volante Wellington, mas fará alterações ao final da primeira fase do Estadual.

“Depois da primeira fase (que termina em 29 de março), muito provavelmente o Lyanco será inscrito em uma dessas vagas”, garantiu, lamentando as chances perdidas por sua equipe, que, em sua visão, poderia ter saído vitoriosa na partida desta noite se tivesse um aproveitamento melhor nas finalizações.

“O ABC teve duas chances de gol no primeiro tempo, o gol e a defesa. Enquanto tivemos seis, sete oportunidades claras de gol. Com Wellington Nem, Gilberto, Lucas Fernandes duas vezes. O domínio foi praticamente todo do São Paulo. O ABC tentou as bolas aéreas, tanto que coloquei o Cícero para jogar com os dois atacantes deles. Mas as chances claras foram nossas, e eu fico chateado porque vim para sair com a vitória e achei totalmente possível. Mas pelo gol, já ficamos satisfeitos”, concluiu.

O adversário do São Paulo na quarta fase da Copa do Brasil só será conhecido após sorteio realizado pela CBF, nesta sexta-feira. No sábado, às 16 horas (de Brasília), o Tricolor recebe o Ituano, no Morumbi, pela nona rodada do Campeonato Paulista, do qual é o líder do Grupo B, com 14 pontos.

O post Ceni se irrita com bola aérea e exalta “partidaço” de Lyanco apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

ver Gazeta Esportiva
#lyanco
#ceni
#bola aérea