Para Frei Betto, ódio a Marisa Letícia representa perda de valores

Facebook
VKontakte
share_fav

Categoria:

Direitos humanos
Jornal GGN - “O ódio é um veneno que você toma esperando que o outro morra, ou seja, quem odeia faz mal a si mesmo”, afirma o escritor Frei Betto, que crê que as manifestações contra a ex-primeira Marisa Letícia, falecida na semana passada, representam um momento de perda de valores, falta de horizonte e perspectivas, levando as pessoas a “reações não racionais, mas emocionais”.
Secretária Nacional e coordenadora da Pastoral da Juventude, Aline Ogliari acredita que o país vive uma perda de sensibilidade e da capacidade de convivência com o diferente. “Perder a capacidade da compaixão, da sensibilidade, da convivência com o diferente, numa perspectiva política, mostra que a gente chega a um estágio de fascismo político”, afirma.

leia mais

ver Blog do Luis Nassif
#luis nassif online
#marisa letícia
#intolerância
#ódio político