Como o pagamento a prazo mudou o consumo na Argentina

Facebook
VKontakte
share_fav

Laura tem cinco cartões de crédito de três bancos diferentes. Esta argentina de 35 anos explica que se paga com um deles no supermercado tem um desconto de 15%. Se usa um outro no cabeleireiro, o banco lhe reembolsa 30% em pontos que pode trocar por algum dos produtos de seu catálogo. Em alguns restaurantes, a conta final se reduz em um terço se for paga em cartão de débito. E as compras de roupas, calçados, eletrodomésticos e passagens de avião ela divide em três, seis e até doze prestações sem juros. Esse detalhe não é pequeno para a Argentina, um país que encerrou o ano com uma inflação de 41%: a última prestação paga pelo consumidor tem um preço real muito inferior ao da primeira.

ver El País
#consumo
#banca
#serviços bancários
#medios de pago
#cartões crédito