Por que os funcionários não vazam os segredos do Facebook?

Facebook
VKontakte
share_fav

São Paulo – Toda semana, às sextas-feiras, Mark Zuckerberg do Facebook para uma reunião de perguntas e respostas. A reunião acontece na sede da empresa na Califórnia e é transmitida para todos os outros escritórios da rede social espalhados pelo mundo.

Nesses eventos, qualquer um pode fazer perguntas para o presidente da empresa, que tenta responder a maioria delas.

Zuckerberg fala sobre os rumos que a companhia irá tomar, sua opinião sobre competidores e até projetos secretos, para seus mais de 16.000 colaboradores.

É uma prática adotada por diversos líderes, para garantir que todo o time esteja caminhando na mesma direção. Também garante a lealdade e confiança dos funcionários.

Como, então, esses projetos continuam entre as paredes do escritório e não vazam para a imprensa ou outros veículos?

Para assegurar que essas informações não serão passadas para outros, todos passam por treinamentos.

Nas raras vezes em que um assunto chegou a ouvidos externos, o presidente tomou medidas bastante duras. Ele não só descobriu o culpado pelo vazamento e o demitiu, como também fez um aviso público para que a situação não se repetisse.

Uma das raras ocasiões em que isso aconteceu foi a divulgação de que a empresa estaria construindo um assistente virtual por meio de um chat. Em apenas uma semana, ele anunciou que o culpado pelo vazamento de informações havia sido demitido, segundo site .

Segundo o site, o fato de as informações serem abertas, transparentes e sobre qualquer assunto que interesse à empresa, os funcionários sentem que são dignos de confiança, algo que não querem quebrar.


Arquivado em:NEGÓCIOS
ver EXAME
#mark zuckerberg
#gestão de pessoas