Real Madrid bate recorde graças a gol nos acréscimos e se classifica

Facebook
VKontakte
share_fav
Asensio marcou o primeiro gol do Real Madrid e Marcelo participou do terceiro (Foto: CRISTINA QUICLER / AFP)

Gols nos acréscimos estão virando moda no Real Madrid. Nesta quinta-feira, foi a vez do francês Benzema estufar as redes segundos antes do apito final e evitar uma derrota para o Sevilla que já parecia certa. Com isso, a equipe da capital espanhola chega a 40 jogos sem saber o que é perder uma partida, superando o arquirrival Barcelona, que na temporada 2015/2016 alcançaram a marca de 39 jogos de invencibilidade. O empate por 3 a 3 no estádio Ramón Sánchez Pizjuán também serviu para confirmar a classificação do time às quartas de final da Copa do Rei, já que no duelo de ida, no estádio Santiago Bernabéu, os comandados de Zidane venceram por 3 a 0.

A larga vantagem, aliás, serviu para o ex-craque da França aproveitar para poupar Cristiano Ronaldo, começar com Benzema no bando de reservas e seguir com o tratamento de Bale. Jorge Sampaoli também já não parecia acreditar muito em uma virada e iniciou o confronto com Jovetic e Nasr apenas como opções, assim como Ganso, que segue desprestigiado.

Asensio marcou o primeiro gol do Real Madrid e Marcelo participou do terceiro (Foto: CRISTINA QUICLER / AFP)

Asensio marcou o primeiro gol do Real Madrid e Marcelo participou do terceiro (Foto: CRISTINA QUICLER / AFP)

Mas um gol contra o brasileiro Danilo logo aos 9 minutos colocou fogo no jogo. O lateral tentou cortar um cruzamento e acabou jogando contra a própria meta. Apesar de pressionar e dominar o rival, o Sevilla não conseguia marcar os gols de que tanto precisava. E o castigo veio logo na primeira jogada do segundo tempo.

Em um dos tantos contra-ataques que se ofereceram ao Real Madrid no jogo, Asensio fez grande jogada individual e teve calma na frente do goleiro David Soria para empatar. Nada que abalasse a confiança dos donos da casa, que retomaram a dianteira cinco minutos depois, com Jovetic, que entrou no jogo e conseguiu mudar o ritmo de seus companheiros. Era a motivação que o Sevilla precisava para empurrar o Real para o campo de defesa.

Mas o estádio foi à loucura mesmo quando a bola sobrou para Iborra depois de vacilo de Nacho. Gol. E a esperança pelo milagre estava viva. Os jogadores do Real Madrid, que até se mostraram um pouco em choque com a situação, tentaram acalmar o jogo para conter a empolgação do adversário e fazer o tempo passar.

E, assim, frio, o time de Madri conseguiu não só jogar um balde de água fria no Sevilla e nos seus torcedores, como ainda manteve sua invencibilidade. Primeiro, o volante brasileiro Casemiro sofreu pênalti de Kranevitter. Sergio Ramos cobrou com cavadinha e afastou qualquer perigo de perder a vaga nas quartas de final da Copa do Rei. Mas, a ânsia em não perder ainda era latente. E foi assim até os 47 minutos, quando Benzema, mais um que ficou de fora no primeiro tempo, decidiu resolver tudo em linda tabela com Marcelo e marcar um golaço. 3 a 3 no placar e mais uma demonstração de como o futebol é incrível e imprevisível.

Desta forma, o revés por 2 a 0 no duelo contra o Wolfsburg, pelas quartas de final da Liga dos Campeões, no longínquo 6 de abril de 2016, continua sendo a última vez que alguma equipe derrotou o Real Madrid. De lá para cá, são 31 vitórias e nove empates.

Ao Sevilla, resta manter à caça ao próprio Real Madrid na Liga espanhola. A equipe de Jorge Sampaoli é vice-líder, quatro pontos atrás, com o detalhe de já ter entrado em campo 17 vezes, enquanto o dono da ponta fez apenas 16 jogos. O Barcelona, outro que já tem 17 jogos, é o terceiro, com 35 pontos.

Outros jogos
Também nesta quinta-feira, mais cedo, o Celta de Vigo confirmou sua vaga nas quartas de final. Após abrir uma vantagem de 4 a 1 na partida de ida, fora de casa, o Celta voltou a vencer o Valencia, dessa vez diante de seu torcedor, mas por ‘apenas’ 2 a 1. Outro classificado foi o Eibar, que empatou sem gols com o Osasuna em casa e também se aproveitou da primeira partida, quando superou o rival por 3 a 0.

O post Real Madrid bate recorde graças a gol nos acréscimos e se classifica apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

ver Gazeta Esportiva - Futebol internacional
#recorde
#copa do rei
#benzema
#sevilla