iFixit põe a mão nos “descartáveis” AirPods e encontra um possível culpado para os seus atrasos [atualizado]

Facebook
VKontakte
share_fav
Desmonte dos AirPods pela iFixit

Já está escrito no ciclo de anúncio/lançamento de um novo produto da Apple: dias após o início da sua disponibilidade para os consumidores, a iFixit vai lá e põe suas cuidadosas, porém ávidas mãos nos bichinhos para dissecá-los até as últimas consequências e analisar suas estruturas internas. Não foi diferente com os recém-lançados AirPods, por mais difícil que esteja sendo conseguir um par deles.

Desmonte dos AirPods pela iFixit

Apesar do teste de resistência do qual falamos hoje mais cedo, no qual os fones de ouvido sem fio da Apple saíram-se muito bem, o veredito da iFixit não foi muito positivo em relação aos acessórios — como tem sido, aliás, com basicamente todos os produtos da Apple de uns tempos pra cá.

De acordo com a empresa, os fones são basicamente “descartáveis”, no sentido de que é praticamente impossível reciclá-los ou repará-los de qualquer forma — a engenharia interna é descrita por eles como uma “bagunça” consistente de circuitos absolutamente minúsculos e repleta de cola e solda por todos os lados. O simples ato de abrir tanto os AirPods quanto o seu estojo de recarga os destruiu completamente, sem possibilidade de recuperação.

Desmonte dos AirPods pela iFixit

Analisando a parte interna do acessório, a firma descobriu que as baterias dos AirPods, localizadas no “talo” dos fones de ouvido, são realmente minúsculas, com uma capacidade de meros 93mWh em cada lado — pouco mais de 1% da capacidade da bateria de um iPhone, o que torna as suas cinco horas de funcionamento até impressionantes. A case guarda uma bateria aproximadamente 16 vezes maior, de 1,52Wh, o que deve ser suficiente para recarregar ambos os AirPods cerca de oito vezes.

Falando na case, nela foi encontrado um possível motivo dos repetidos atrasos para a entrega dos AirPods: o chip ARM da STMicroelectronics que controla as operações da caixa estava repleto de “problemas de qualidade” nas suas soldas e espaços vazios em lugares inesperados, levando a iFixit a acreditar que ali estava o problema de engenharia que custou algumas semanas à data de lançamento do acessório.

Desmonte dos AirPods pela iFixit

No geral, a iFixit deu aos AirPods uma nota de reparabilidade nula, de 0 em 10 pontos possíveis. Embora eu esteja suspeitando que o maior problema que os donos dos novos fones vão enfrentar terá mais a ver com partes perdidas, caídas no chão e pisadas acidentalmente, é bom ter em mente que seu novo e reluzente par de AirPods não sobreviverá a qualquer defeito que seja — em outras palavras, quebrou, trocou.

ver Mac Magazine
#airpods
#fone
#wireless
#componentes
#desmontagem
#fones de ouvido
#desmonte
#ifixit
#peças
#teardown