Primeiro parque temático da Nintendo será aberto em Tóquio até 2020

Facebook
VKontakte
share_fav

super-nintendo-world

Finalmente a parceria entre a Nintendo e a NBCUniversal começa a tomar forma: no ano passado ambas firmaram um acordo para a criação de parques temáticos inspirados nos games, personagens e mundos da casa do Mario, nas instalações dos parques da Universal Studios (hoje presentes em Hollywood, Orlando, Tóquio e Singapura e com planos para Pequim, Moscou e Pior Coreia, provavelmente Seul).

Agora, sem muita surpresa a divisão japonesa revela que a filial de Tóquio será a primeira contemplada, a tempo para as Olimpíadas a serem realizadas no país em 2020.

Os planos para o Super Nintendo World (o nome não tem nada a ver com o clássico console de 16 bits, embora seja uma feliz coincidência) estão bem adiantados. O fato do parque da Universal em Tóquio ser o primeiro nem surpreende e não é apenas por causa dos Jogos Olímpicos: a Nintendo sempre dará prioridade ao Japão em detrimento de outros mercados, ainda é uma empresa estritamente familiar em sua filosofia e por conta disso, privilegiar seus consumidores locais à frente do resto do mundo é prática comum. Claro que o grande evento esportivo representará um grande fluxo de turistas, mas em se tratando de Nintendo esse não foi o fator principal nessa decisão.

De qualquer forma, a ideia é que tão logo o Super Nintendo World entre em funcionamento em Tóquio as duas unidades nos Estados Unidos serão as próximas. Singapura ficou de fora, mas como a distância de lá até Tóquio é mais curta dificilmente ele contará com uma unidade própria no futuro. Quanto às atrações, a Nintendo nem discute que o foco será seu mascote Mario, com outras atrações de suas diversas franquias; embora a arte conceitual não mostre nada além de instalações inspiradas nos games do encanador italiano, seria um desperdício brinquedos inspirados em outros títulos (uma montanha-russa do Donkey Kong, simuladores de StarFox, um campo de paintball de Splatoon, uma dungeon de The Legend of Zelda… Metroid não, a Nintendo odeia a Samus).

A equipe criativa da Nintendo (capitaneada pelo próprio Shigeru Miyamoto) supervisionarão junto com a Universal a criação e aplicação de cada atração do parque, mantendo o padrão Disney-like que a companhia tanto defende para seus produtos. Os custos oficiais giram em torno de US$ 433 milhões para a unidade japonesa e a Nintendo estima que cerca de um milhão de postos de trabalho serão gerados em dez anos só com suas atrações. É um bom número.

Portanto, se você pretende mesmo ir à Tóquio assistir os Jogos Olímpicos é bom reservar um dinheiro a mais para curtir o parque da Nintendo, algo que muita gente com certeza fará.

Fonte: Universal Studios Japan.

The post Primeiro parque temático da Nintendo será aberto em Tóquio até 2020 appeared first on Meio Bit.

ver Meio Bit
#japão
#nintendo
#jogos olímpicos
#olimpíadas
#universal
#tóquio
#parque temático
#parque de diversões
#tóquio 2020
#universal studios
#nbcuniversal
#super nintendo world
#universal studios japan