Em meio à guerra entre Legislativo e Judiciário, STF decide se Renan vira réu

Facebook
VKontakte
share_fav

Em meio a um intenso confronto entre o Legislativo e o Judiciário, o presidente do Congresso Nacional, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL), terá seu futuro julgado nesta quinta-feira pelo Supremo Tribunal Federal. O plenário da maior corte judicial do Brasil decidirá se o peemedebista se tornará réu em uma investigação da qual é suspeito de ter cometido os crimes de peculato, falsidade ideológica e uso de documento falso. Essa ação se refere ao caso envolvendo pagamentos feitos pelo senador à jornalista Mônica Veloso, com quem ele tem uma filha de um relacionamento extraconjugal. A ação tramita no STF há nove anos e a denúncia foi oferecida há três. Os investigadores suspeitam que a empreiteira Mendes Júnior fez os pagamentos, de maneira irregular, a Renan em troca da apresentação de emendas a projetos de lei que beneficiariam a empresa. Ele responde ainda a outros 11 inquéritos nesta esfera judicial, inclusive no âmbito da operação Lava Jato.

ver El País
#distrito federal
#renan calheiros
#justiça federal
#brasília
#crises políticas
#senado federal