Cientistas podem ter encontrado evidências de vida em Marte

Facebook
VKontakte
share_fav

Showmetech

Em 2007, o Spirit, veículo não-tripulado da Nasa, pode ter encontrado provas da existência de vida alienígena em Marte, mas os cientistas da agência espacial americana não foram capazes de interpretar o achado na época. Cientistas da Universidade do Arizona resolveram estudar as imagens obtidas e encontraram evidências de que já houve ou ainda há vida (mesmo que microscópica) no Planeta Vermelho.

Os cientistas de Arizona resolveram procurar na Terra formações rochosas semelhantes as encontradas na cratera Gusev, próxima ao equador de Marte, uma área de 27 metros quadrados fotografada em 2007. Formações rochosas quase idênticas a forma peculiar encontrada em Marte, semelhante a dedos, foi encontrada em El Tatio, no Chile. As estruturas foram formadas por uma combinação de fontes termais e principalmente, micro-organismos.

As formações rochosas de Marte (à esquerda) versus as encontradas no Chile.

El Tatio foi o local escolhido por ter condições muito semelhantes à Marte. Está situado a 4,2 mil metros acima do nível do mar, tem temperaturas extremas e muita exposição de raios ultravioleta.

Próxima missão buscará vida em Marte?

As descobertas animaram bastante os cientistas, e a próxima missão do veículo Mars Rover em 2020 poderia ser útil para confirmar que as estruturas fotografadas em 2007 são realmente micro-organismos vivos. Se a descoberta não for confirmada, pelo menos sabemos que a Nasa e a SpaceX estão se esforçando bastante para levar humanos para o planeta vermelho em poucos anos.

Fonte: futurism

O post Cientistas podem ter encontrado evidências de vida em Marte apareceu primeiro em Showmetech, escrito por Julian Leno.

ver Showmetech
#marte
#exploração espacial
#planeta vermelho
#spacex
#vida em marte