Papa autoriza o perdão da Igreja Católica às mulheres que abortaram

Facebook
VKontakte
share_fav

O papa Francisco concedeu a todos os sacerdotes, através de uma carta apostólica divulgada nesta segunda-feira, a faculdade de absolver “de agora em diante” àqueles “que tenham procurado o pecado do aborto”. Em 1º de setembro de 2015, o pontífice havia anunciado que, durante a celebração do Jubileu da Misericórdia – inaugurado em 8 de dezembro de 2015 e encerrado neste domingo –, os sacerdotes poderiam perdoar o aborto, um pecado que a doutrina católica considera muito grave e que acarreta a excomunhão, no caso de mulheres e médicos que se arrependam. “Muitas delas”, disse o Papa na ocasião, “levam no coração uma cicatriz por causa dessa escolha sofrida e dolorosa”. O que Jorge Mario Bergoglio faz agora é tornar permanente a faculdade de perdoar o aborto, para que, segundo explica, “nenhum obstáculo se interponha entre o pedido de reconciliação e o perdão de Deus”.

Seguir leyendo.

ver El País
#medicina
#reprodução
#clero
#cristianismo
#anticoncepção
#papa
#carlos osoro sierra