Massa prevê hiato sem brasileiros e aconselha Nasr a sair da Sauber

Facebook
VKontakte
share_fav
Brasileiro vai largar na 13ª colocação neste domingo (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)
Brasileiro vai largar na 13ª colocação neste domingo (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

Brasileiro vai largar na 13ª colocação neste domingo (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

Felipe Massa vive um final de semana de lembranças, objetivos finais e já fala quase como um ex-piloto nas entrevistas concedidas pelo paddock do autódromo de Interlagos. Assegurando foco total na corrida deste domingo, às 14h (de Brasília), na última vez em que participará do GP do Brasil de Fórmula 1, ele admitiu preocupação com a nova safra de talentos no automobilismo nacional e previu um tempo razoável sem nomes de destaque na categoria após o quali deste sábado.

“A gente vai ficar dependendo de um piloto importante, com grande talento, surgir. Mas espero que eu não seja o último piloto que teve grandes resultados no país, venceu provas, disputou campeonatos. Espero que surjam outros e que o Brasil continue tendo pilotos excepcionais, como sempre. Acho que vai demorar para acontecer, teremos de esperar, mas vai acontecer”, afirmou o paulista, que ainda disputará o GP de Abu Dhabi, marcado para o dia 27 de novembro.

Neste século, apenas Massa e Rubens Barrichello ganharam corrida e disputaram um título, ambos acabando com o vice-campeonato defendendo as cores da Ferrari, ambos, e Brawn GP, no caso de Rubinho. Dentre as categorias de acesso à Fórmula 1, de onde os dois e tantos outros vieram, porém, nenhuma conta com um brasileiro em destaque, justificando o pessimismo. Resta ao brasileiro, portanto, torcer para que Felipe Nasr continue na competição. De preferência, para Massa, em outra equipe.

“É muito difícil você avaliar, julgar o potencial do Felipe, assim como os pilotos da Manor também. Difícil julgar o nível do piloto. O melhor para o Felipe seria um carro melhor, uma equipe melhor, uma Renault, uma Force India, para a gente avaliar aquilo que ele é. Eu acho que ele é um bom piloto, mas ele não teve uma equipe que desse a condição de mostrar o bom piloto que eu acho que ele é”, apontou Massa.

O pedido, no entanto, não será concretizado na atual temporada, já que tanto Renault quanto Force India, que não haviam definido suas equipes, fecharam a dupla de pilotos durante a última semana. Nasr, que nem pensa na possibilidade de deixar a Fórmula 1, assegurou que está perto de acertar a sua permanência na Sauber, atual lanterna da categoria, sem nem um ponto conquistado até o momento.

“O Felipe teve uma experiência na Williams onde ele aprendeu bastante, começou bem no ano passado, mostrando serviço, aí teve problema quando o companheiro dele começou a andar melhor do que ele. Teve problema esse ano também, com um carro bem complicado que ele tem na mão. Torço para que ele continue aqui no ano que vem”, observou.

Interlagos também é problema

Além da dificuldade em permanecer representado no grid de pilotos, o Brasil também enfrenta a possibilidade de perder também o seu GP, como adiantou o diretor executivo da Fórmula 1, Bernie Ecclestone. Para Massa, a manutenção da prova em São Paulo também é algo essencial na busca pelo retorno do protagonismo brasileiro entre os competidores.

“Sabemos como o Bernie é, ele pressiona, mas estamos em crise no país. É meio difícil responder, só posso responder o que eu espero que aconteça. Espero que tudo se resolva e a gente continue tendo essa corrida legal que temos aqui. Se não tivermos brasileiros no ano que vem, certamente não será bom. As pessoas vêm torcer por um brasileiro. Espero que isso continue por muito tempo”, concluiu.

Após conquistar a 13ª colocação no treino de classificação deste sábado, Massa tentará ao menor pontuar na penúltima corrida da sua carreira, que tem largada marcada para as 14h (de Brasília). Na sua carreira, ele tem duas vitórias em Interlagos, conquistadas em 2006 e 2008.

O post Massa prevê hiato sem brasileiros e aconselha Nasr a sair da Sauber apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

ver Gazeta Esportiva
#fórmula 1
#massa
#nasr
#interlagos
#gp brasil