Novo MacBook Pro conta com SSD “removível”; entenda por que geração é limitada a 16GB de RAM

Facebook
VKontakte
share_fav
Desmontagem do MacBook Pro de 13

Não custa repetir aqui, afinal esse detalhe pode ter passado despercebido para muita gente. Nesta semana, a Apple lançou novos MacBooks Pro que trazem, entre outras coisas, duas novidades muito interessantes: a Touch Bar (que substitui as teclas de função na parte superior do teclado por algo bem mais versátil) e o Touch ID (para desbloquear o seu Mac, acessar rapidamente ajustes do sistema e notas bloqueadas, trocar de usuário, etc.).

Novo MacBook Pro de cima com a Touch Bar

Só que essas novidades acabaram deixando o MacBook Pro mais caro do que a versão anterior. E, para oferecer uma opção “mais em conta”, a Apple tratou de criar um modelo com especificações mais enxutas, tirando também a Touch Bar, o Touch ID e duas das quatro portas Thunderbolt 3. Esse MacBook Pro de entrada já é o único que atualmente está à venda (os outros modelos de 13″ e 15″ com Touch Bar/Touch ID só chegarão ao mercado daqui a algumas semanas) e, por isso, já até vimos um benchmark dele — não muito animador, é verdade.

Normalmente, a iFixit (empresa de reparos) é a primeira a colocar as mãos nos novos lançamentos da Apple a fim de conhecermos as novidades interiores. Desta vez, porém, a Other World Computing foi quem se prontificou a fazer esta tarefa e nos mostrar algumas das novidades da máquina.

Desmontagem do MacBook Pro de 13 Desmontagem do MacBook Pro de 13 Desmontagem do MacBook Pro de 13 Desmontagem do MacBook Pro de 13 Desmontagem do MacBook Pro de 13 Desmontagem do MacBook Pro de 13 Desmontagem do MacBook Pro de 13

Ainda que não seja uma desmontagem tão completa e minuciosa como a da iFixit (ela provavelmente ainda fará a dela), a OWC descobriu um detalhe muito interessante: o módulo SSD1 é removível — ainda que não seja uma tarefa fácil fazer isso por conta da estrututa do MacBook Pro que está mais bem fechada, do fato de ter que tirar os alto-falantes para colocar o SSD de volta, de o módulo ter uma fita bastante forte cobrindo a interface, etc.

Desmontagem do MacBook Pro de 13 Desmontagem do MacBook Pro de 13 Desmontagem do MacBook Pro de 13 Desmontagem do MacBook Pro de 13 Desmontagem do MacBook Pro de 13 Desmontagem do MacBook Pro de 13

Isso é uma boa notícia por um simples motivo: será possível fazer upgrade da capacidade de armazenamento da máquina depois da compra, algo que até então era quase impossível nos modelos anteriores, que vinham com o SSD soldado na placa lógica. Vale notar que estamos falando do MacBook Pro de 13″ sem a Touch Bar e o Touch ID. Os modelos com esses recursos, obviamente, são diferenciados e não necessariamente contam com essa mesma estrutura interna — até por conta dos novos componentes.

RAM limitada a 16GB

A capacidade de armazenamento desses novos MacBook Pro dobrou. Agora, usuários podem personalizar a máquina na hora da compra e colocar até 2TB (que custam salgados US$8002 nos EUA). Mas a RAM3 continua limitada a 16GB.

Questionado sobre o assunto por um usuário intrigado com a limitação, Phil Schiller (vice-presidente sênior de marketing mundial da Apple) respondeu que mais do que 16GB de RAM exigiria um sistema de memória que consumiria muito mais energia e não seria eficiente o suficiente para um notebook. Ou seja, a limitação tem a ver com a vida útil da bateria, que cairia bem (as baterias dos novos MacBooks Pro oferecem até 10 horas de duração).

Para a grande maioria dos usuários 8GB é suficiente, que dirá 16GB. Mas a grande questão aqui é que o MacBook Pro é — ou deveria ser, como o próprio nome indica — uma máquina criada e pensada para profissionais, que precisam de algo portátil mas ao mesmo tempo muito capaz. Sem dúvida nenhuma, para muitos essa opção de 32GB fará falta — principalmente ao comparar com soluções desktops.

Eu ando meio rancoroso, mas não posso deixar de comentar. Me incomoda bastante também o fato de a Apple não oferecer uma GPU4 dedicada no modelo profissional de 13 polegadas. Ora, nem mesmo o modelo de 15″ de entrada conta com uma — apenas o topo-de-linha. Isso é inaceitável para uma máquina que tem “Pro” no nome — algo que a Apple poderia ter corrigido nesta nova geração, mas que continuou igual.

ver Mac Magazine
#macbook pro
#eletrônicos
#ssd
#16gb
#desmontagem
#limitação
#owc
#ram
#removível